sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

RIO PRETO E O MARKETING NATALINO



Os dias que antecipam o Natal são de extrema importância para qualquer empresa, seja ela do Varejo para aplicar o seu Marketing de Guerrilha ir a campo em busca dos consumidores, seja ela de eventos, para agarrar as empresas que buscam a sua festa de final de ano, ou, seja ela de qualquer outro segmento para fazer o seu institucional, ou a responsabilidade social, em um momento do ano em que todas as pessoas estão com o espírito natalino, sentimentos aflorados...
Dessa vez vou regionalizar o meu comentário, exaltando empresas de Rio Preto.
Ontem no elevador do meu prédio ganhei uma mini garrafa de vinho, muito bem decorada, e com um lindo cartão de natal, da empresa Sailor Web direcionada pela produtora de Internet Priscila Silva, no qual hospeda o site da HOJE.C. além deste mimo que com certeza ela entregará para todos os seus clientes e colaboradores, ela também trouxe para nós clientes, a ferramenta cartão de Natal virtual. Uma idéia muito bacana e ecologicamente correta.
Outra empresa que merece ser destacada é o Praça Shopping, com um MARAVILHOSO coral de Natal em pleno calçadão, cobrindo a sacada de todo o prédio do shopping, que por volta de 50 minutos emocionou a todos que passavam por ali. É certo o retorno de mídia espontânea nesta situação. E o impacto natalino que proporciona ao consumidor. O consumidor se envolve naquele momento, lembra de pessoas queridas, e lembra de PRESENTES, comprar, prestigiar alguém querido.
O Rio Preto Shopping também merece aplausos pelo seu coral de Natal, não causou tanto impacto como o Praça Shopping, porém estava muito lindo, o Rio Preto Shopping tem a diferença do seu Marketing que realmente é massivo e de guerrilha.
Já o Plaza Avenida, a minha única observação, foi à decoração natalina, que com certeza é a mais clean, e o menos se tornou mais neste caso, se tornando a decoração natalina mais bonita entre os shoppings de Rio Preto.
O calçadão está maravilhoso, este ano com certeza foi para ele o destaque. Parabéns a Acirp, Arquitetos envolvidos, e a Prefeitura de Rio Preto.
Outro local que já se tornou tradicional em Rio Preto, e todos aguardam a sua decoração de Natal que sempre nos surpreende é a Kitchen, loja de cozinhas planejadas, localizada na Redentora. Ela mais uma vez, esta deslumbrante.

Feliz Natal para todos os seguidores do Blog Tribo Comunica!
Quem não é visto não é lembrado! Quem não se comunica se trumbica!
Então faça a sua empresa APARECER.

Amil Resgate Saúde x Merchandising




O dramático retorno de Luciana (vivida pela atriz Aline Moraes) em Viver a Vida ao Brasil contou com merchandising da Amil Resgate Saúde. Uma equipe de nove profissionais, incluindo médicos, pilotos, enfermeiros, técnicos, jato, helicóptero e ambulância, foram mobilizados especialmente para a gravação da cena em que a personagem, já tetraplégica, reencontra os pais no Rio de Janeiro. Ao todo foram mais de 10 horas de gravação, para a cena que foi ao ar no dia 12 de novembro.
Foi um merchandising INCRIVEL, não teria tido melhor colocação, tenho certeza que no dia seguinte o número de pessoas atrás dos serviços da Amil foi muito alto, pois o serviço prestado e apresentado na novela, foi de tal produção (não poderia ser diferente), de seriedade e qualidade, que qualquer um pensando na sua saúde, conforto e segurança, contrataria a Amil pelo preço que fosse. Um Merchandising muito oportuno e bem direcionado. Parabéns a toda equipe de Marketing da AMIL, com certeza o retorno foi mais que satisfatório.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

domingo, 6 de setembro de 2009

Campanha anti-Aids que mostra Hitler fazendo sexo gera polêmica



Uma campanha publicitária contra a Aids lançada na Alemanha provocou polêmica ao msotrar o ditador nazista Adolf Hitler fazendo sexo com uma mulher.
O objetivo, segundo a agência que produziu o anúncio, era "sacudir" o púclico antes da Jornada Mundial contra a Aids, marcada para 1 de dezembro e chamar a atenção contra o sexo sem proteção.
O clipe de 30 segundos mostra um casal tendo relações sexuais em um quarto à meia luz, imitando o estilo de um filme pornô light.
No último plano, revela-se que o homem tem os traços de Adolf Hitler. Ele olha fixamente para a câmera, e aparece a mensagem: " A Aids é uma assassina em massa. Proteja-se".
A agência publicitária Das Comitte também criou cartazes semelhantes com o ditador soviético Stállin e o ex-presidente iraquiano Saddan Hussein.
ONGs britânicas reclamaram que o anúncio "estigmatiza" os portadores do vírus.
"Nos questionamos que rosto poderiamos dar ao víruse certamente ele não poderia ser bonito", justificou Dirl Silz diretor de criação da campanha.
"A campanha foi planejada para sacudir as pessoas, para colocar o tema Aids em primeiro plano, e para inverter a tendência de ter relações sexuais sem proteção", explicou a agência.
fonte - .globo.com

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Você tem um Kindle?






O que é um Kindle:


Kindle é um pequeno equipamento, criado pela empresa estadounindense Amazon, que tem a função principal de ler e-books (livros digitais).


Ainda não chegou no Brasil, mas já lançaram o Kindle 2


O Kindle 2, entretanto, lê não só e-books, mas também jornais (New York Times, USA Today), os mais famosos blogs dos EUA, para além de ter acesso direto a compra de e-books (inclusive os mais vendidos na lista do The New York Times) pelo site Amazon.com, além de poder acessar, de qualquer lugar, o site Wikipedia.com.
Segundo a Amazon, o Kindle 2: pode ficar até cinco dias sem ser carregado, pode transformar textos escritos em textos falados, pode armazenar cerca de 1.500 livros, pode servir como um armazenador de música (no formato MP3), pode atualizar páginas da internet com até 20% a mais de rapidez.
Diferentemente do Kindle (primeira geração do Kindle), o Kindle 2 não possui entrada para cartão de
memória SD.


Este também não chegou aqui, e já lançaram o Kindle DX


O Kindle DX, lançado a 6 de Maio de 2009, é destinado sobretudo a estudantes e leitores de jornais.
O ecrã é uma vez e meia maior do que o Kindle 2 com display de 24,6 cm (ou 9,7 pol) na diagonal, tem 3,3 gigabytes de memória capazes de armazenar 3.500 livros, e pode ler os formatos PDF, MP3 e TXT





Será que vai acabar o livro de papel?

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Empresário recria sua empresa cinco vezes em menos de uma década


“Um ano de Internet equivale a dez na vida real”


O mercado fonográfico está sofrendo transformação radical. Felippe Llerena, sócio do iMúsica, recriou cinco vezes o seu negócio em menos de uma década e sobrevive (muito bem) entre gigantes


O carioca Felippe Llerena, de 45 anos, tem uma relação antiga com a música. De tecladista da banda dos amigos Roberto Frejat e Jorge Israel, no início da década de 1980, transformou-se em dono da gravadora independente Natasha nos anos 1990, e ajudou a criar o iMúsica, portal de vendas de música (parte do grupo IdeiasNet) em 2000.
Llerena testemunhou mudanças tecnológicas profundas no mercado fonográfico, com o surgimento de diversas plataformas de comércio eletrônico e a popularização dos celulares, e teve que mudar o modelo do seu negócio cinco vezes em menos de uma década. Quando começou, o empresário era o único a vender músicas na rede. Hoje enfrenta a concorrência de grandes companhias, como Uol, Terra e Jovem Pan. Só conseguiu se manter firme no mercado porque se antecipou às transformações e buscou aliados, como os portais MSN e Submarino, operadoras de telefonia e companhias internacionais. O iMúsica fechou o ano passado com vendas de 30 mil músicas na internet - e três milhões em um ano e meio de operações por celular.
Sempre tentando estar um passo à frente, Llerena quer popularizar os cartões pré-pagos de músicas. Estes funcionam da mesma forma que os cartões de presentes de livrarias, mas dão ao consumidor o direito de baixar uma música pela internet. Além de fazer novos parceiros - atualmente está em curso um projeto piloto com a varejista Wal-Mart no Brasil -, Llerena deseja impulsionar as vendas dos cartões como ferramenta de marketing em ações de fidelização dos clientes.
'Um ano de internet equivale a dez anos na vida real', diz Llerena, que não descarta reinventar a empresa mais uma vez.


FONTE - REVISTA PEQUENAS EMPRESAS & GRANDES NEGÓCIOS

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Mulheres - Alguém pensou em nós!



Seul abre espaço para mulheres de salto alto



Projeto da capital da Coreia do Sul entra em nova fase para oferecer calçadas mais regulares para mulheres com filhos e que buscam recolocação no mercado de trabalho asiático


A capital da Coreia do Sul está transformando sua área central no maior espaço aberto para mulheres profissionais. Um projeto cria vagas de estacionamento específicas para mulheres, pintadas em rosa, além de calçadas mais estáveis para quem anda de salto alto. Estimado em US$ 104 milhões, o programa “Mulheres Felizes, Seul Feliz” pretende tornar a cidade mais amistosa para o sexo feminino, visando inclusive a criação de empregos para mulheres taxistas.

VocÊ já andou de salto em paralelepípedo?
E ainda mais com uma bolsa gigante, cheia de agenda, revista e caderno na mão, o celular tocando, o óculos gigante caindo, e a TPM ativada. É a treva. E calçadas mais estáveis, é um sonho!


fonte - Época Negócios

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Por que Branding ?


Branding significa “trabalhar a personalidade e fixação da marca”.
Diferentemente do que muitos pensam, não se trata de um método específico, mas sim de uma maneira de pensar, uma filosofia de trabalho que utiliza conceitos de design, marketing, administração, antropologia, psicologia, arquitetura e propaganda para operar com um universo de valores que representem sua empresa para consolidá-la perante seus clientes. Branding é mais do que apenas se certificar de que os clientes reconheçam o logotipo ou o nome de um produto; significa criar uma associação emocional entre o cliente e um produto, serviço ou empresa por meio de uma mensagem clara que desperte o real interesse do consumidor.Uma marca forte é requisito básico para competir e se sobressair no mercado dinâmico em que vivemos atualmente. Utilizando os conceitos de Branding, podemos criar essa imagem forte para transmitir segurança e confiança perante o consumidor.

Segundo uma pesquisa realizada pela Yankelovich & Partners, se você tem uma marca forte, as pessoas:

• preferem seus produtos
• pagam mais pelos seus produtos
• recomendam seus produtos a outras pessoas
• se predispõem a aceitar seus novos produtos e sua entrada em novos mercados
• recomendam sua empresa como um bom lugar para trabalhar
• recomendam sua empresa para uma possível joint-venture
• acreditam em você em tempos de crise
• estão inclinados a investir em você e em seus produtos

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Eliana x Marketing


A menina dos dedinhos cresceu.

Recentemente foi "disputada" entre SBT e Record e acabou ficando para a turma do Silvio, com um salário de aproximadamente R$600 mil/ mês. Dá pra viver bem.

Mas como o que realmente nos interessa é o MKT.

Eliana aproveitou do nosso amigo MKT. Aproveitou um momento de valorização do seu 'passe', e está anunciando está semana nas principais revistas do país, para empresários e agências sobre o seu histórico e como a sua imagem pode agragar valores a muitas marcas, e seus anúncios são de duas páginas em revistas como: Veja e Exame.

Será que ela está chamando atenção?
Não basta a gente ser bom, temos que mostrar para todo mundo.
Deduzo isso como um bom Markting, pois o mercado está concorrido.

Eita menina esperta, não deixou por menos.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Eu sou a Mosca que pousou na sua sopa


Muita boa a nova propaganda da Folha de S. Paulo.

Com os jornalistas e colunistas cantando trechos: "Eu sou a mosca que pousou na sua sopa..."

Renata Loprete, Gilberto Dimenstain, Zé Simão, entre outros.


Mas volto a pensar, eles estão fazendo uma mídia "agressiva" para aumentar sua assinatura, será que com a era NET as assinaturas reduziram tanto assim??


segunda-feira, 13 de julho de 2009

MARKETING DE OVO


E quem disse que um bom ovo, não precisa de um bom Marketing?

Há alguns dias vem me chamando atenção uma propaganda onde um senhor, médico e fazendeiro diz sobre a procedência dos Ovos Zippy, ele discursa sobre a qualidade dos Ovos Zippy, chega a ser cômico, mas faz você prestar atenção, com o cenário de fundo uma bela e deliciosa fazenda.
E em alguns pontos de Rio Preto também vejo Outdoors (*nos melhores pontos) da marca de Ovos Zippy.

Perai! O Marketing deste Ovo me chamou atenção.

No último domingo eu estava em um supermercado bem popular da cidade, e tinha que comprar Ovos (tinha até me esquecido dos Ovos Zippy), mas quando cheguei próximo à prateleira de Ovos, me deparei com duas opções de “marcas” de Ovos.
Aquele tradicional da bandejinha roxa por R$2,75 a dúzia, e aparentemente na parte de cima, sem nada escrito.
E os Ovos Zipy, em uma bonita embalagem transparente, com vários selos de certificação do ministério da agricultura e tudo mais, com a etiqueta da marca, endereço, telefone, A DATA DE VALIDADE, e além de tudo por R$ 1,99.

Caros amigos do Marketing, pergunto á vocês este OVO tem tudo ou não tem pra se tornar Líder absoluto de mercado?

E o que faz ele ser Líder? O Marketing dele!

O mais importante o design da embalagem e as informações que eles devem passar, esta clara, clean e direta no PDV dele, ou seja, no Ponto de Venda.
Estão fazendo um institucional mostrando a sua procedência e a sua cultura.
O Preço está absoluto. Quase R $ 1,00 de diferença.


Definitivamente OVO precisa de Marketing!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ser uma Empresa Inovadora


E daí que um cliente chega argumentando: "Quero ser a empresa mais inovadora"

O que fazer para este cliente?


Criar um blog? Pts ele não tem um blog????????????? ULTRApassado

Criar um Orkut ou Twitter?????? Já se tornou tema de todas as matérias e debates de 2009, já falou o que tinha que falar, não é novidade pra mais ninguém. Orkut então, já estão até desistindo.

Ter um MSN, Skype, Facebook...

Meu amigo isso é o primeiro passo para a sua empresa ser ATUALIZADA. No mínimo.


A inovação deve estar em todas as partes:



  • A Forma de Liderar deve ser Inovadora. Pare e pense a liderança da sua empresa exerce poder SOBRE ou PARA?


  • O meio inovador interno, que estimula a iniciativa e o envolvimento das pessoas. Como a empresa age para garantir que os funcionários sintam-se com liberdade para expressar suas ideias? O seu funcionário encherga e sente muita coisa que você não vê e nem sente. Ouça mais ele.


  • As pessoas que conduzem o processo de inovação. Como a empresa inspira os funcionários? Como garantir que sua capacitação esteja alinhada com a intenção estratégica inovadora? Como a companhia demonstra reconhecimento?


  • O processo de inovação, que se inicia com a alocação de recursos e compreende as etapas de geração de ideias, desenvolvimento e implementação das inovações. Quais as políticas da empresa em relação aos recursos para inovação? Qual a sua estratégia para o estímulo à geração de ideias e ao desenvolvimento das inovações?


  • Os resultados, os ganhos financeiros gerados pelas dimensões anteriores. Evidenciam que a cultura de inovação contribui efetivamente para o sucesso da empresa. “Tão importante quanto gerar lucros, os resultados têm o papel de realimentar o processo de inovação”.

Estas são algumas pontuações importantes para a sua empresa ser INOVADORA, seja ela pequena, média ou grande. Estas observações servem para todos os portes.


*A fluminense Chemtech sagra-se a campeã entre as 25 empresas mais inovadoras do Brasil.



PROFISSIONALIZAR

Vamos Profissionalizar!

Você meu caro empresário, que deseja ver a sua empresa crescer com um bom conceito no mercado e aos olhos do consumidor a palavra é - PROFISSIONALIZAR.
Na visão de uma marketeiro todos os departamentos devem falar a mesma língua, devem saber na medida do possível o que acontece em toda a empresa, seja lá o porte dela.
Mas um dos departamentos mais importantes e pouco levado a sério por muitos grandes, ainda é o Marketing. Ele sendo terceirizado ou interno.
A profissionalização deste departamento é muito séria. E mesmo com a queda do diploma ou não, deve se prestar muita atenção se este profissional é realmente capacitado para exercer tal função.
Lembrando que a comunicação deve ser sempre integrada envolvendo o Jornalista, o Relações Públicas e o Publicitário. Pode ter certeza todos eles terão diferentes informações á acrescentar para sua empresa.
A profissionalização gera profissionalização. E com certeza crescimento para a sua empresa. Fique esperto!

terça-feira, 30 de junho de 2009

QUAL JORNAL VOCÊ ASSINA?


Em uma breve pesquisa gostaria de saber qual jornal você assina?

FOLHA DE SÃO PAULO ou ESTADO DE SÃO PAULO??


Qual é a preferência estadual?


Os dois são MONSTROS no jornalismo. Isso todos nós sabemos.

Que um é mais direita, outro mais esquerda.. enfim boatos é o que não faltam.


Sabe pq estou com essa dúvida?


Ambos fazem boas propagandas para aumentar suas assinaturas, o Estadão por exemplo com aquela frase (de muito efeito) O Jornal para quem pensa ÃO.

A Folha com as suas inúmeras promoções..


É que últimamente a FOLHA e o ESTADO tem anunciado MUITOOO em cima de assianturas, assine, assine, assine, pague o quanto achar que vale o seu conhecimento e blá blá..


Esta impressionante o choque de mídia que estão fazendo.

Reparem.

Será que estão com as assinaturas em baixa???


Vale refletir.

terça-feira, 16 de junho de 2009

TWITTER



What are you doing?

Que o Twitter é a nova sensação do momento, isso já não é nenhuma novidade, meu caro leitor, amante do Marketing, mas que a Tecnisa (Construtora), foi à primeira empresa do mercado imobiliário a vender um apartamento de 500 mil reais pelo Twitter. Isto sim é uma bela inovação de Marketing.
E em um recente encontro no Social Media em São Paulo, o expert em mídias digitais da Tecnisa, Roberto Loureiro, ainda brincou sobre esta venda da Tecnisa no Twitter: “a pessoa que comprou o apartamento, escreveu gestante errado, só pode ser mulher de jogador de futebol”.
Caros Marketeiros e Comunicólogos, o Twitter é a nova moda da Web, parece brincadeira. Mas pode ser uma ferramenta poderosa para enriquecer sua carreira se você souber usa – lá.
Eu to no Twitter, caso queria me adicionar o meu perfil é – tribocomunica, ou com o link ao lado.

Anúncio Curioso



Interessantíssima e muito curiosa a nova propaganda do XPERIA, da Sony Ericsson, nem sei se posso chamar de celular, pois uma das menores funções é fazer a ligação, do resto faz de tudo este aparelho.
Bom, mas na Revista Exame deste mês, eles soltaram um enorme anúncio de duas páginas, onde você tem que montar pecinhas dentro do celular, uma brincadeira com o leitor, eu no primeiro instante já fui logo montando as minhas pecinhas.
Horas depois uma amiga minha veio comentar sobre este anúncio, indagando da seguinte forma: “Quem tem tempo para fazer esta montagem? Ainda mais, leitores da revista Exame, eu fiquei olhando aquele anúncio, mas não montei pecinhas”.
Eu disse: “Eu montei as pecinhas”. Depois de muitas risadas entre nós duas, eu ainda disse: “E por sinal a primeira palavra por baixo da pecinha que eu tirei foi – CURIOSO”.

Pois é, a curiosidade às vezes também é interessante. Faz a gente pelo menos, entender alguns anúncios.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dizer “não” é a chave para o sucesso


Minha paixão é empreender. Gosto de fazer com que projetos ganhem corpo e alma. Empolgo-me ao dar forma a ideias que possam ter real impacto. Tenho prazer em bolar estratégias, buscar diferenciais competitivos, formar, motivar e energizar times. E foi isso que fiz durante boa parte da minha vida profissional.
Acredito que todo empreendedor tenha como qualidades inatas criatividade, energia, liderança e capacidade de articulação. São pessoas otimistas e desbravadoras, algumas destemidas até. Sabem o que querem e trabalham com elevado grau de intuição.
Dissertar sobre essas qualidades é chover no molhado. Em outras palavras, dizer que um empreendedor precisa ser otimista, criativo, visionário, ter boa intuição, etc., em nada contribui para a discussão do tema. Se o sujeito é empreendedor, há grande chance de já apresentar essas qualidades. Se não as possuir, o mais provável é: (I) não ter conseguido empreender; ou (II) ter perseguido outra atividade profissional.
Porém, a grande diferença entre um empreendedor de sucesso e outros tantos sem sucesso está não em ter essas qualidades inatas - mas em saber administrá-las. A chave para um negócio próspero é estruturar as fortes qualificações empreendedoras dentro de um processo racional e disciplinado.
O maior desafio do empreendedor é saber dizer uma simples palavra de três letras: não. Normalmente, o empreendedor nato atrai negócios e propostas inovadoras. Encontra inspiração no seu dia-a-dia para um sem-número de ideias ou formas de desenvolver novas atividades. O entusiasmo inicial é sempre grande. Vislumbra-se um excelente potencial de mercado, antecipam-se mudanças no comportamento do consumidor. Mas chega um momento em que é necessário firmar os pés no chão.
Não tenha receio de dizer não - para os outros e para você mesmo! Não se sinta amarrado a determinado projeto ou ideia antes de fazer todos os testes de sanidade e viabilidade e efetivamente se definir por ele. Se após meses de estudo e pesquisas você chegar à conclusão de que existe mais chance de insucesso, diga não, ou, como diriam os ingleses, "cut your losses". Melhor um final horroroso, mesmo passando um eventual "carão" com seus futuros sócios do que carregar uma cruz na qual não acredita.
O empreendedor não pode se envolver emocionalmente com uma ideia ou agir de forma impulsiva (mais um pouco é até saudável e natural!). Deixe sempre o projeto amadurecer, submeta-o ao maior número de críticas possível, realize pesquisas de mercado para comprovar a tese, teste o conceito sob a luz de vários cenários. Consulte gente com experiência no mercado. Não se preocupe tanto em proteger a nova ideia genial - normalmente, ela não é tão facilmente replicável. O mais importante é testar bem o conceito antes de aplicá-lo.
Todo projeto tem um período de gestação natural. Para mim, nunca foi menos do que nove meses. Do brotar da ideia até que ela comece a ganhar forma sempre se passaram, no mínimo, nove meses. Não tenho a menor ideia do porquê não serem oito ou dez - sempre ouvi que a natureza é sábia.

Agência aluga amigos por R$ 400 no Japão


Tudo vira negócio...


Empresa japonesa aluga amigos, colegas de trabalho e até parentesA empresa japonesa Office Agents, sediada em Tóquio, descobriu um nicho diferente de negócio: alugar amigos, colegas de trabalho e até parentes. Por cerca de R$ 400 um dos agentes da empresa vai a casamentos como se fosse um convidado normal – para aumentar a lista de convidados. Se o agente tiver que dançar ou cantar, custará mais R$ 100.
A recessão econômica aumentou ainda mais a popularidade do serviço. Com o desemprego e os trabalhos de meio período aumentando, pessoas têm alugado falsos chefes e colegas de trabalho para ir a festas de casamento. O objetivo? Manter o respeito perante os amigos, segundo Hiroshi Mizutani, que comanda a Office Agents.
Mizutani disse ao Telegraph que em um casamento recente, um noivo alugou, secretamente, 30 convidados que fizeram o papel de amigos e parentes. Era seu segundo casamento e ele não queria os mesmos convidados da primeira celebração.
A Office Agents também aluga falsos convidados para eventos corporativos e funerais. “Nossos agentes são bem-humorados e parecem uma pessoa que tem um trabalho comum”, diz Mizutani.
No Brasil, empreendedores detectaram uma oportunidade de negócio semelhante. O personal friend atende os solitários de plantão

terça-feira, 9 de junho de 2009

Petrobras lança blog, mas informações imprecisas de O Globo são replicadas



O blog criado pela Petrobras para responder questionamentos de jornalistas foi reprovado num dos primeiros testes. O jornal O Globo publicou na semana passada a reportagem "Comunicação da Petrobras tem 1.150 pessoas". O número citado no próprio título é impreciso e a comparação que a matéria faz com a VALE é descabida. Mesmo assim, as informações repercutiram em veículos como a Folha de S.Paulo.
Publicada no dia 02/06, a reportagem de O Globo questiona a contratação da agência Companhia de Notícias (CDN) para reforçar a comunicação da estatal em meio à crise. A empresa está prestes a ser investigada por uma CPI por supostas irregularidades fiscais e em licitações.
“Todo mundo sabe que o setor de comunicação da Petrobras é gigantesco. Não é possível que não consigam organizar um grupo interno para gerenciar uma crise. Foi o que tentei mostrar, com dados, para não ser tendenciosa”, explicou a repórter Ramona Ordoñez, que assina a matéria no jornal carioca, em contato por telefone com a reportagem do Comunique-se.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Pão de Açúcar compra Ponto Frio por R$ 824,5 milhões


Silvio Santos estava de olho mas foi o Pão de Açúcar quem bateu o martelo e levou pra casa o Ponto Frio.


O Grupo Pão de Açúcar fechou a compra da Globex Utilidades, que controla a rede varejista Ponto Frio. O valor da aquisição da participação dos controladores é de R$ 824,5 milhões, equivalente a 70,24% do capital total, parte desse valor será pago com ações. Em comunicado, a companhia ressalta que, com essa aquisição, o Grupo Pão de Açúcar assume a liderança do varejo brasileiro, com cerca de R$ 26 bilhões de faturamento, mais de mil lojas e 79 mil funcionários.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Novidade!


Como o Blog da Tribo é apaixonado por tudo aquilo que se diz comunicação, network e novidades. E em primeira mão, não sou jornalista, muito menos colunista, mas uma novidade eu tenho!
Já ouviram falar no Leskut?
Pois é no Brasil criaram um Orkut para as Lésbicas. Uma rede de relacionamento com o público alvo, ao contrário do ORKUT hoje que já virou “carne de vaca”. Acompanhei uma amiga minha entrando no Leskut, eles tem todo um processo de aprovação, onde aquele interessado passa por diferentes barreiras, até chegar realmente ao seu destino. É uma espécie de Orkut, só que um design diferente, e algumas ações bem diferentes.
Parabéns a esta Tribo que deu um show de comunicação criando o Leskut!

domingo, 31 de maio de 2009

Adoro Isso


A briga está boa, e nós do Marketing adoramos quando isso acontece. A C&A por sua vez, esta com mais uma campanha lindíssima, com diferentes ritmos musicais, chamando atenção do seu real público, que afinal são as jovens. Para o Dia dos Namorados, lançou roupas com a marca da cantora Fergie, e um comercial muito estiloso, aproveitando o último hit de Fergie. Achei que outras grandes lojas, não iriam reagir a este boom e reviravolta no estilo das propagandas, mas acabei de ver no intervalo do programa do Pânico Riachuello lançou o mesmo estilo de propaganda com a música Mina do Condomínio de Seu Jorge. Também está ótima!! Confiram..

Vamos esperar a Renner e Marisa...
Ótima Semana!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Antes de qualquer assessoria ou publicidade sua empresa deve fazer o TRADE MARKETING!


Fonte - revista meio e midia
FOTO - TRADE MARKETING PRINGLES

Até pouco tempo, o Trade era uma silenciosa ferramenta de marketing dominada por poucos e escondida dentro das grandes corporações. O nome saiu da academia e dos grandes grupos capitalistas e avançou para o mercado, mas ainda assim, carece de conhecedores principalmente entre as empresas de comunicação e agências de propaganda que lidam diretamente com o Trade.
Mas em poucas palavras, o que significa Trade Marketing? Segundo Marcelo Montandon, professor e consultor de Marketing e Vendas, significa adaptar os produtos, as políticas e as estratégias de marketing das marcas, de modo a atingir o consumidor nos pontos de venda, satisfazendo da melhor maneira possível as necessidades de canais comerciais específicos e de clientes estratégicos.
“Resumindo, o Trade busca maximizar o share”, diz Montandon.
Para isso, o homem de marketing que atua diretamente no Trade é exigido ao extremo e dele são cobrados conhecimentos multidisciplinares. Espera-se em primeiro lugar, que entenda o varejo como negócio. “O Trade exige um homem de marketing que entenda os compostos mercadológicos.
Se o mercado é onde tudo acontece, é preciso que este homem seja, acima de tudo, um negociador”, define Cícero Franco, Gerente do Trade Marketing de um grande atacadista.
É verdade, afinal, o trade é o elo de comunicação entre o marketing e as vendas. Dele se espera alinhar e potencializar os compostos de marketing e as estratégias dos fornecedores. No caso do Trade Eletro do Grupo Martins, por exemplo, é agir de maneira que a linha branca de uma determinada indústria de eletrodomésticos se mantenha líder de vendas entre consumidores, fortalecendo necessariamente o canal de venda (lojistas).

sábado, 23 de maio de 2009

Tecnologia


Estou boba!


Após chegar de uma aula incrível e cansativa sobre logística e Trade Marketing.

Tenho a sensação de fazer parte da família Jetsons!

Lembra deles?

Pois é!

Aguarde pra ver como faremos compras em supermercados daqui aproximadamente 3 anos, no Brasil, claro! Pois em alguns lugares da Europa já existem um programa Maravilhoso.


Brevemente vou colcoar o vídeo. Vcs vão entender o meu suspense!

It's Amazing!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Wal-Mart na onda verde


Até 2012, rede varejista tem como meta transformar todos seus hipermercados em lojas ecoeficientes


“Aqui preservar é um bom negócio”. Com esse lema, o Wal-Mart, terceira maior rede de supermercados do país em faturamento, começa a reformular seu modelo de varejo. A empresa tem como meta transformar, até 2012, todas suas unidades no Brasil em lojas ecoeficientes. Nesta terça-feira (28/04), a rede abre seu primeiro estabelecimento do tipo em São Paulo. O supermercado deve consumir 25% menos energia elétrica e 40% menos água.
“A partir de agora, todos os nossos hipermercados das bandeiras Wal-Mart (Sudeste), Big (Sul) e Hiper Bompreço (Nordeste) serão construídos para serem ecoeficientes”, afirma Marcelo Vienna, vice-presidente comercial do Wal-Mart Brasil. Com R$ 1,6 bilhão para investir em 2009 no país, a multinacional americana pretende abrir neste ano de 80 a 90 unidades em todo Brasil. O investimento é o maior da historia da rede em terras tupiniquins, 33% superior ao de 2008, de R$ 1,2 bilhão. Construída ao custo de R$ 71 milhões, a primeira loja ecoeficiente de São Paulo e a segunda do país – a primeira foi inaugurada no Rio de Janeiro em dezembro do ano passado - conta com 63 iniciativas sustentáveis.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Merchan com destaque!




Na última terça-feira a turma do "toma lá - da cá", seriado apresentado na TV Globo, teve o seu primeiro Merchan, com a maionese Helman's.
E abusaram da palavra Merchan, destacando com muito humor a Maionese!


sexta-feira, 17 de abril de 2009

Comercial de Doritos causa polêmica entre homossexuais




A nova campanha brasileira de Doritos vem sendo motivo de protestos na internet. Acusados de homofóbicos, os filmes receberam diversos pedidos para serem tirados do ar através do CONAR (Conselho Nacional de Auto Regulamentação Publicitária).
Quando um dos caras dentro do carro começa a dançar “YMCA” do Village People, a marca sugere que você não divida isso com os amigos, e sim divida Doritos. Em outro comercial, “Hélio”, um garoto aspira um balão de gás hélio e começa a cantar “Like a Virgin” da Madonna, a assinatura diz novamente “Quer dividir alguma coisa com os amigos, divide um Doritos”.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Elas fazem Sucesso!



E não é que a Daspu está com tudo ... mais uma vez.
O Marketing da Daspu é muito bom!

Confiram:

entrem no site - http://www.daspu.com.br/
A sacada deste site é muito boa, o design e a idéia, tudo no estilo Daspu, claro!

Gabriela Silva Leite ex-prostituta e criadora da ONG DAVIDA (Prostituição Direitos Civis e Saúde), que posteriormente deu origem a DASPU, (partiu de uma brincadeira com a loja de luxo e inadimplente DASLU), lançou o seu livro na SEXTA-FEIRA SANTA????????????
Isso mesmo, procurada pela editora Objetiva, escreveu um livro sobre a sua história, os seus princípios e os seus projetos, e lançou na Sexta-feira Santa. http://www.davida.org.br/

Mas como o foco deste blog é o Marketing...
No site DAVIDA você encontra o link - Comunicação e Cultura.
E uma série de veiculos de comunicação, que só elas tem acesso, como o Beijo da Rua - http://www.beijodarua.com.br/

Além de sites, blogs, orkuts e todas páginas que existem a Internet, elas possuem jornais / revistas periódicas falando sobre os seus direitos e deveres!
Estão na TV mais do que um bom assessor consegue colocar o seu cliente, ontem mesmo na MTV Gabriela Silva Leite, deu uma super entrevista.

Tem muito Marketeiro com MBA e tudo mais precisando de umas aulinhas de MKT com elas...
Eita! Mulheres Boas de Marketing !

terça-feira, 14 de abril de 2009

Eles querem destaque!



E não é que o pessoal da Rede Multipla (alô Marcio) está novamente na Revista Veja, com o anúncio da Fralda & Cia (loja para babys finos). Tudo bem que é Veja regional (provavelmente) mas não deixa de chamar atenção, não é mesmo, comunicólogos??

Na minha "humilde" opinião, acho que existem opções mais baratas e com tanto/quanto ação direta ao público alvo. Ou seja, opções mais regionalizadas, valorizando os nossos veículos e contatos...

Falando em Marketing.. eles podiam mudar este nome, Fralda & Cia .. o nome poderia ser melhor..
Mas mesmo assim Parabéns pelo anúncio Rede Multipla!!

Outra observação: Este Bebê do anúncio é muito lindo.

sábado, 11 de abril de 2009

Ambev escolhe o Ronaldo como o Brahmeiro da vez


Brahma lança novo filme de campanha com "Brahmeiros", atacante do Corinthians é o personagem central de ação criada pela agência África

Uma grande homenagem ao jeito de ser brasileiro. E Ronaldo é o brahmeiro da vez na nova etapa da campanha da marca da Ambev. Com a assinatura da Africa, a Brahma agora ressalta a luta e esforço do Fenômeno na sua luta para voltar ao futebol.
"O Ronaldo está acima da vitória. É um exemplo a ser seguido", explica Marcelo Passos, diretor de atendimento da conta na agência. "O espírito da campanha é uma mensagem de força de vontade e de paz", afirma Ronaldo, que ficou claramente emocionado ao ver o comercial pela primeira vez. "Esse ator aí é bonito, hein?", despistou, vendo sua imagem na tela.
O craque é o quarto garoto-propaganda da campanha "Brahmeiros": já foram estrelas os cantores Zeca Pagodinho e Carlinhos Brown e o gari carioca Renato Sorriso. Agora é a vez de Ronaldo. "É o nosso credo. A valorização de todo brasileiro, que luta e batalha pelo seu sonho. E não pretendemos usar somente celebridades nos filmes. Nossa expectativa é mostrar que é referência de luta e de vida. E o Ronaldo é mais do que um guerreiro", diz Marcel Marcondes, diretor de marketing de Brahma.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Contato com o consumidor estimula marketing cenográfico



São Paulo - Exagero ou não, as empresas do chamado marketing cenográfico - preparação de ambientes, como eventos ou lojas, para ações de comunicação - asseguram que ainda não viram sinal de crise econômica. O segmento pertence à área de marketing promocional, que ano passado movimentou R$ 27 bilhões no País, um aumento de 17,4%. E a estimativa, para 2009, da Associação de Marketing Promocional (Ampro) é de um crescimento de dois dígitos, como nos últimos anos.
"Para nós, a crise só está impulsionando os negócios", diz Nelson Rocha, presidente da Criacittá, que atua no setor. Segundo ele, o crescimento no primeiro bimestre de 2009, em relação ao mesmo período de 2008, foi de 50%. Para Rocha, em um momento de dúvida e precaução, "as empresas direcionam os seus investimentos para ações de contato direto com o consumidor".
Para Regiane Pastoriza, sócia-diretora da Touché, o ano será de redução de eventos grandes. Ela não acredita, porém, que a cenografia possa ser prejudicada, pois pode ser incorporada a qualquer evento.
"Ainda não vi crise", diz o presidente da MChecon, Marcelo Checon. Segundo ele, dos clientes "fixos" - que todos os anos pedem produtos para a empresa - apenas um reduziu a verba para eventos em 50%. As demais reduções foram da ordem de 5% a 10%. "Mas estamos acostumados a trabalhar com ‘ginástica orçamentária’". Em 2008, a empresa cresceu 55%, enquanto a projeção para este ano é de 10%.
Tendência
Para Checon, o investimento em marketing cenográfico tende a crescer em um segmento: o ponto-de-venda. Hoje, este tipo de ação representa apenas 10% do trabalho da MChecon - 30% são eventos fechados e 60% feiras comerciais.
Avaliação semelhante tem Rocha. Ele acredita que o varejo vai ser a vedete de 2009. Para ele, as marcas querem ter contato direto com o consumidor, o que favoreceria o marketing cenográfico no ponto-de-venda.
Um exemplo de aproximação total com o cliente é a denominada "loja-conceito" do Magazine Luiza . O projeto criou "ilhas de experiência" na loja, em que um interlocutor apresenta as marcas, de forma prática, cujos benefícios podem ser experimentados na hora.
O cliente
A professora Viviane Krepaldi, por exemplo, usou uma dessas ilhas - um salão de beleza. "O espaço é um diferencial e uma motivação para o cliente voltar e comprar", diz.

O gerente de promoções do Magazine Luiza, Marcos Oliveira, diz que a loja-conceito - inaugurada no ano passado, no Shopping Aricanduva, em São Paulo - faz parte do projeto de expansão da rede na capital e deverá ser replicada em outros mercados. A loja tem espaço destinado às crianças, padaria, cabeleireiro, gourmet, salas de TV, entre outros. "Ao convergir as ações para o cliente em um único lugar, o espaço reforça o posicionamento de marca, que é o ‘vem ser feliz’", afirma.
Na Touché, o foco é o marketing cenográfico em eventos, estratégia que deve ser fortalecida em 2009.
(Gazeta Mercantil/Caderno C - Pág. 8) (Neila Baldi)

Crise aumenta o faturamento dos laboratórios




Crise aumenta o faturamento dos laboratórios
Beth Koike, de São Paulo

Com a onda de demissões pelo país, mais pessoas estão correndo para os consultórios e laboratórios médicos. Nessa corrida, as operadoras estão vendo seus gastos saltarem. Já os laboratórios não têm do que reclamar.
O número de exames laboratoriais cresceu 9,3% após a deflagração da crise, segundo dados da Aon Consulting, uma das maiores consultorias na área de benefícios (ver abaixo).
Para cada consulta realizada, os médicos costumam solicitar em média três exames laboratoriais. "Percebemos no último trimestre uma 'superutilização' dos planos por parte dos nossos clientes. Muita gente está com medo de ser demitida e perder o benefício e por isso faz uma série de exames", diz Mauro Figueiredo, presidente do grupo Fleury. Esse fenômeno já pode ser percebido no balanço do último trimestre de 2008 do Fleury.
"Normalmente no quarto trimestre há uma queda expressiva na receita porque é um período de férias, de baixa procura. Mas, dessa vez verificamos uma queda de apenas 3,7% em relação ao terceiro trimestre", afirmou o executivo do Fleury, que registrou um faturamento de R$ 183 milhões entre setembro e dezembro de 2008.
Fleury encerrou o ano com uma receita bruta de R$ 710 milhões, um avanço de 22% sobre o desempenho de 2007. O lucro líquido saltou de R$ 25,3 milhões em 2007 para R$ 42 milhões no ano passado.

Market-Share, Wallet-Share e Networking-Share.



ENTREVISTA

Relacionamento com Clientes - Market-Share, Wallet-Share e Networking-Share.

Com Mario Persona - palestrante, escritor e estrategista -Comunicação & Marketing

FONTE - REVISTA EMPREENDEDOR - http://www.mariopersona.com.br/


Empreendedor: O empreendedor brasileiro sabe da importância do relacionamento? Em que setor o relacionamento é mais prezado?


Mario Persona: Faz parte de nossa natureza latina criar relacionamentos e são as práticas importadas que vão acabando aos poucos com isso. É mais fácil criar relacionamento em serviços, já que geralmente existe aí o elemento humano.Não acredito em relacionamento com máquinas ou sistemas gravados. Relacionamento é entre pessoas porque o verdadeiro relacionamento deve ser contagioso, deve penetrar na rede de relacionamento do cliente também.

A verdadeira função de uma estratégia de relacionamento nunca deve ser vista com a miopia de quem deseja vender mais apenas para aquele cliente. Não sei se alguém já fez isso, mas acho que está na hora de cunhar mais uma expressão de marketing além dos já conhecidos "market-share", que é a fatia de mercado ou novos clientes que se deseja atingir, e "wallet-share", que é a fatia da capacidade de compra de um cliente que já foi alcançado com o aumento do seu "market-share". Proponho inaugurar aqui a expressão "networking-share", que é a fatia do networking do cliente que você atingiu com o "market-share", para quem vendeu mais com uma estratégia de aumento do "wallet-share" e agora deseja alcançar também sua rede (networking) de relacionamento através desse mesmo cliente.Isso acontece com o boca-a-boca, como outro dia vi acontecer comigo mesmo. Decidi fazer um check-up com um neurologista - não se preocupe, ele não achou nada em minha cabeça. Liguei para minha mãe, que conhece vários médicos, e fui ditando a lista de neurologistas que apareciam no manual de meu convênio médico para ela dizer se conhecia algum confiável. Quando disse um nome, ela respondeu: "Este não. Sua irmã consultou com ele e não gostou".Achei aquilo interessante. Eu acabava de riscar de minha lista um neurologista que talvez tivesse toda a experiência técnica do mundo simplesmente porque minha irmã, que não entende nada de neurologia, não gostou da forma como foi atendida por ele. Acabei indo em um que, segundo minha mãe, era um bom neurologista no conceito de minha irmã - que não entende do assunto, como já disse.

Percebe então onde entra o "networking-share"? O que gerou esse tipo de relacionamento foi a percepção de uma cliente e não envolveu quase nada da coisa em si, da especialidade e capacidade técnica do profissional, mas foi apenas uma questão de percepção. Criar esta percepção é o segredo.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

NetWork é bom, barato e traz bons resultados! Pratique essa idéia!


Case de sucesso, e idéias inteligentes a gente não pode deixar de divulgar.


Rede Bendini de Negócios de São José do Rio Preto cria campanha para incentivar e impulsionar atitudes inovadoras para aquecimento da economia
"Fale bem de uma empresa. Plante esta idéia".
A Campanha consiste em estimular cada associado e convidado a visitar e conhecer um empresário e sua empresa, observar os pontos fortes e a partir de então, falar para o maior número de pessoas, tais qualidades, gerando assim, um verdadeiro Marketing social.Na dinâmica, cada participante terá a oportunidade de retirar uma semente identificada com o nome de uma empresa, onde o mesmo terá que pessoalmente conhecer o empresário e a sua empresa para estabelecer vínculos de confiança e parcerias. "Conhecer o trabalho um dos outros e divulgar as qualidades é uma maneira de incentivar o consumo e garantir o aquecimento do comércio", ressalta Suzete Bendini, empresária que há cinco anos lidera um grupo de empresários e profissionais liberais que se encontram mensalmente para promoção de seus produtos e serviços, formando assim, uma rede de negócios.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Campanhas!



Novas Campanhas

Duas campanhas estão circulando nas revistas e comerciais desta semana. São propagandas institucionais, a primeira é a TAM comemorando os 15 anos do TAM FIDELIDADE, com um Mkt muito interessante “Você só pode resgatar suas passagens do TAM Fidelidade numa época predefinida: qualquer hora”.
Outra campanha institucional que está em todas as revistas é da Usiminas, já a Usiminas busca sensibilizar as pessoas, com algumas frases de efeito como “Evoluir é fazer o que há de bom ficar ainda melhor”, “O aço Usiminas esta dentro das casas. E é dentro da sua própria casa que a Usiminas começou a mudar”. Muito interessante também...

segunda-feira, 23 de março de 2009

Entrevista na Veja desta semana!

Uma Dica !!!

Vale muitissimoooo a pena ler a Veja desta semana.
O Clodovil em julho do ano passado conversou com o repórter da Veja, falando sobre a Câmara dos deputados e lógico sobre a sua vida.

Vejam só este techo:
(Veja) Quem é a Vaca Profana?
(Clodovil) - É o país, claro. A verdade é que a maioria dos brasileiros não gosta de trabalhar.
Quer um emprego para ficar encostado, e só.

Sobre Brasília:
"Brasília sempre buscou o glamour, mas nunca encontrou... uma gente que fez uns acabamentos de quinta."

Essas entre outras..
Confiram!

domingo, 22 de março de 2009

Azul começa a operar no Rio de Janeiro




A partir desta sexta-feira, 20, a Azul Linhas Aéreas começa a voar para a cidade do Rio de Janeiro. A companhia recebeu a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para comercializar a rota entre o aeroporto Santos Dumont e a cidade paulista de Campinas.A primeira rota terá um valor promocional de R$ 39 e a meta da Azul é realizar seis vôos diários até o início do mês de abril. Após o dia 31 de março, o preço do trajeto Rio de Janeiro - Campinas deverá subir para um valor mínimo de R$ 79. O objetivo é ir aumentando, gradativamente, o número de viagens diárias. O vôo desta sexta-feira, 20, da Azul será o primeiro realizado no aeroporto Santos Dumont desde que a Anac revogou a portaria que limitava o uso do aeroporto do Rio de Janeiro apenas para vôos de ponte aérea e regionais.A chegada da Azul no Rio foi divulgada por meio de um anúncio de página inteira, publicado na edição desta sexta-feira, 20, no jornal O Globo. Criada pela agência DPZ, a peça traz os dizeres "A companhia aérea que está mudando o jeito do brasileiro voar chegou ao Rio. Tudo novo. Tudo Azul".
FONTE - MEIO & MENSAGEM

sábado, 21 de março de 2009

Ombudsman


Tive uma dúvida... De saber a real função de um Ombudsman, achei este material da Folha de São Paulo. Muito claro sobre o assunto. Resolvi então compartilhar com o meu blog.

Ombudsman é uma palavra sueca que significa representante do cidadão. Designa, nos países escandinavos, o ouvidor-geral -função pública criada para canalizar problemas e reclamações da população. Na imprensa, o termo é utilizado para designar o representante dos leitores dentro de um jornal. A função de ombudsman de imprensa foi criada nos Estados Unidos nos anos 60. Chegou ao Brasil num domingo, dia 24 de setembro de 89, quando a Folha, numa decisão inédita na história do jornalismo latino-americano, passou a publicar semanalmente a coluna de seu ombudsman.

Para exercer o cargo com independência, o jornal instituiu o mandato de um ano para cada ombudsman, com a possibilidade de apenas uma única renovação de mais um ano. Essa possibilidade, posteriormente, foi expandida, para duas renovações (três anos de mandato). O profissional não pode ser demitido durante o mandato e tem estabilidade de mais seis meses no jornal após deixar a função.
Fonte - Folha de São Paulo


quinta-feira, 19 de março de 2009

DEFINIÇÃO - COMMODITIES


Commodities (significa mercadoria em inglês) pode ser definido como mercadorias, principalmente minérios e gêneros agrícolas, que são produzidos em larga escala e comercializados em nível mundial. As commodities são negociadas em bolsas mercadorias, portanto seus preços são definidos em nível global, pelo mercado internacional.


Existem quatro tipos de commodities:

Commodities agrícolas: soja, suco de laranja congelado, trigo, algodão, borracha, café, etc.

Commodities minerais: minério de ferro, alumínio, petróleo, ouro, níquel, prata, etc.

Commodities financeiras: moedas negociadas em vários mercados, títulos públicos de governos federais, etc.

Commodities ambientais: créditos de carbono


O Brasil é um grande produtor e exportador de commodities. As principais commodities produzidas e exportadas por nosso país são: petróleo, café, suco de laranja, minério de ferro, soja e alumínio. Se por um lado o país se beneficia do comércio destas mercadorias, por outro o torna dependente dos preços estabelecidos internacionalmente.


quarta-feira, 18 de março de 2009

Rotatividade de Agências


Grandes empresas, marcas famosas e conhecidas pelos seus comerciais diários.


Empresas deste nível procuram não ficar muito tempo com a mesma agência. Com o objetivo de sempre renovar a sua campanha. Um exemplo é o Carrefour, que abriu uma espécie de "licitação" avaliando bons projetos com agências publicitárias para renovar o seu contrato.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Adolescentes são alvo de marketing para consumo



Empresas apostam no consumo entre jovens e se apropriam das possíveis ingenuidades dos adolescentes. tentam compra-los com mercadorias e serviços garantindo melhor aceitação na sociedade. É dever dos pais, professores, líderes religiosas e famíliares ajudá-los a entender melhor sobre fatores que envolvam dinheiro.
Fonte: Pedro Luiz Braggio

Programa Jovens Profissionais Leroy Merlin



A Leroy Merlin, um dos maiores home centers do Brasil e do mundo, está lançando o Programa Jovens Profissionais. Se você está em início de carreira, com experiência profissional entre 2 e 3 anos, com formação nos cursos de administração de empresas, engenharia, arquitetura, econômia, contabilidade, logística e MARKETING e/ou cursos de pós-graduação nessas respectivas áreas, participe do programa. Você pode ser contratado como Gerente de Loja durante 12 meses e participará de um programa de treinamentos.




Mais informações: http://www.leroymerlin.com.br/





Publicado na Exame de 25/02

sexta-feira, 13 de março de 2009

Rock and Roll Tecnológico! - Ação com Bluetooth Marketing



Dinossauros que se cuidem a mulecada esta chegando com um apoio enorme: A TECNOLOGIA.
Mas nada impede que todos aprendam a utilizar e aplicar nas suas empresas.

Um Exemplo disso é este case abaixo:


Nos dias 20, 21 e 23 de fevereiro o pub rio-pretense Toma Rock recebeu a ação de Bluetooth Marketing, desenvolvida pela Wide Soluções em Comunicação, que deu início a campanha “Sou Toma Rock de Coração”. Todos os clientes do bar que ativaram o bluetooth de seu celular em uma das noites de início da campanha, recebeu um Wallpaper surpresa que vale como entrada FREE no pub toda quinta-feira, enquanto durar a promoção. O diferencial desta campanha é que cada cliente pode repassar a imagem aos celulares do seu grupo de amigos - indiretamente trabalhando um Marketing Viral da campanha.

FONTE:

Wide Soluções em Comunicação

*Uma observação é que meses atrás eu passei em frente a Vip Store no Rio Preto Shopping Center, o meu Bluetooh estava ligado e recebi uma mensagem sobre a nova coleção! Achei aquilo uma graça, eu como cliente adorei receber! E hoje continuo recebendo mensalmente, mensagem pelo cel. sobre as promoções. Não sei quem faz o MKT deles mas estão de Parabéns. Uma excelente iniciativa.
Uma mídia muitooo interessante! Acho que vale a pena investir.


Mídia alternativa é opção para conquistar novos clientes


E não é que o tal do MKT da certo mesmo! Vejam só, um case de sucesso do CCAA Just Kids.


Escola de inglês aposta no marketing em caixas de pizza e porta-copos para chamar a atenção do público. Propagandas voltadas para segmento específico e com alto período de exposição chamam a atenção dos empresários



À frente de uma escola de inglês de Rio Preto, a empresária Ada Maria de Assis e Silva investiu em novas ferramentas para alavancar os negócios. Em tempos de crise, nada melhor do que buscar canais alternativos para veicular as propagandas da escola. Além do blog em que discute questões sobre educação e o mercado corporativo, a empresária viu nas caixas de pizzas e porta-copos de um bar na cidade uma boa chance de divulgação.O primeiro passo da nova ação foi procurar empresas que tenham o mesmo perfil de público que a escola de línguas e negociar a parceria. “Como as caixas de pizza e os porta-copos fazem parte do custo desses empresários, firmamos uma parceria com orçamento reduzido. Para nós é bom porque fazemos propaganda da nossa marca para o nosso target, enquanto eles puderam reduzir o custo de produção desses materiais”, explica. Para se ter uma ideia, 30% do valor das caixas de pizzas foram pagos pela escola de línguas e os outros 70% pela pizzaria. A parceria foi firmada inicialmente por dois meses e tem grandes chances de continuar. “Este tipo de mídia é feita nas capitais e está chegando a Rio Preto. Quem está atento ao que acontece nas grandes cidades já investe e fica à frente da concorrência”, diz Gil Fontes, proprietário da pizzaria Empório Luna.No caso dos porta-copos, a escola tem custo de investimento por unidade de R$0,06. De acordo com um dos proprietários do História Bar e Butuquim, Fred Tonelli, antes de fazer uma parceria, deve-se avaliar se os públicos das empresas são compatíveis e ver se uma empresa vai agregar valor à outra, para que ambas saiam ganhando.“Nós sempre investimos em mídia, em materiais impressos, rádio e outdoors, mas percebemos que estes novos espaços publicitários têm uma boa relação entre custo e benefício e garantem um longo período de exposição ao cliente”, diz Ada.A agente de marketing do CCAA, Flavia Patriani D´Andrea explica que investir em mídias alternativas proporciona bons resultados não só pelo período de exposição, mas também porque atingem mais pessoas de uma só vez e principalmente em momentos de descontração. “A propaganda mostrada quando o possível cliente não está estressado, com pressa ou dividindo a atenção com outras tarefas é mais fixada. Este tipo de marketing serve para memorizar a marca e associá-la a momentos positivos dos possíveis clientes”, diz Flavia.


FONTE:

Assessoria de Imprensa

Mariana Anselmo

Comunic Comunicação Corporativa

Rua Silva Jardim n. 3810 - Santa Cruz

São José do Rio Preto - SP CEP 15014-05017-

3214-3465 / 17- 9745-2795

quinta-feira, 12 de março de 2009

Sua Agenda de amigos pode ser lucrativa $$



Apesar de ser a maior comunidade online do mundo, a rede social Facebook, do americano Mark Zuckerberg, sempre sofreu para ganhar dinheiro com anúncios. Agora, a empresa está tentando lucrar de outra forma. A ideia é vender as informações de seu banco de 150 milhões de internautas a multinacionais como instrumento de pesquisa de marketing, mas sem identificar a identidade dos usuários. O projeto foi apresentado por Zuckerberg a grandes líderes empresariais durante a última edição do Fórum Econômico de Davos, realizada em janeiro, na Suiça.


Fonte: Exame 25/02/2009

CULTIVE A MATA ATLÂNTICA




A floresta densa e úmida que você vê quando vai a muitas de suas praia preferidas é a Mata Atlântica. Quando o Brasil foi descoberto ela margeava todo o litoral, desde o Nordeste até o Sul do país.

Hoje resta apenas 7% da vegetação, abrigo de mais de 20 mil espécies de plantas, 261 espécies espécies de mamíferos, 340 de anfíbios, 192 de répteis e 1.020 de pássaros. Boa parte dessas espécies só existem na Mata Atlântica.

Uma rica biodiversidade que encantou naturalistas como Charles Darwin e Auguste de Saint-Hilaire.


APESAR DISSO, VOCÊ ESTÁ DIANTE DE UMA DAS FLORESTAS TROPICAIS MAIS AMEAÇADAS DO PLANETA. NÃO É UM BOM MOTIVO PARA AJUDAR A PRESEVÁ-LA?

Marketing na Era da Infidelidade



Já que a minha próxima prova é sobre marca, achei muito interessante este artigo. Vale a pena ler.





Marketing na Era da Infidelidade
Por Thiago Cabrino


fonte: http://www.portaldomarketing.com.br/



Ao contrário do que mais escutamos hoje em dia, que o marketing está voltado à fidelidade dos clientes e a busca de um relacionamento duradouro, o que se observa é uma era voltada à infidelidade dos consumidores e uma perspectiva de que este cenário ganhe força e cresça em grandes proporções devido a inúmeros elementos, dos quais, discutiremos alguns ao longo deste estudo.
Um dos elementos que mais contribuem para o surgimento e crescimento deste panorama desfavorável ao mercado é o alto índice de concorrência apresentado nos mais diferenciados setores. A todo instante são lançados novos produtos ou mesmo similares aos já existentes que geram um crescimento na disputa por um mercado consumidor comprador, o qual vive diariamente sofrendo um verdadeiro bombardeio de informações e estímulos proporcionados pela propaganda.
Assim, em meio a todos estes acontecimentos, elementos-chave na constituição organizacional e que eram deixados de lado frente à exposição ao mercado, tornam-se hoje, diferenciais de venda das empresas em seu mercado de atuação.
Um bom exemplo desta nova prática é a ética. As empresas estão apresentando ao mercado suas formas de ação em seu processo, mostrando que todas as suas bases são norteadas pelas ações éticas e profissionais, que visam ser justas em suas negociações e voltadas à criação de elementos positivos ao seu produto final, aos consumidores de sua marca e também a terceiros, que são beneficiados pela venda, que serão revertidas em forma de ajuda.
Com estas novas tendências e mutações do mercado, surgem movimentos denominados antigrife, que segundo estudiosos e especialistas em marketing, os consumidores modernos estarão buscando dentro das linhas de produtos, os chamados genéricos, palavra esta em alta no mercado.
Os movimentos são engrossados diariamente por consumidores que por motivo ou outro, estão desiludidos com as grandes e famosas marcas. “As pessoas estão odiando as grandes marcas” – Anita Roddick, Fundadora da Rede de Cosméticos The Body Shop.
Este odiar e toda a descrença que está rodiando as grandes marcas, devem-se a inúmeros fatores ocorridos, visto que, as grandes marcas estão mais expostas e vulneráveis à mídia e todos os deslizes ocorridos são repercutidos em grandes proporções. Assim, as marcas começam a ser mal vistas pelos problemas, por ameaças à saúde e ao meio ambiente, pelos inúmeros processos e reclamações existentes, realizados por consumidores que por infelicidade, tiveram más experiências junto ao uso ou aquisição dos produtos e/ou serviços oferecidos pelas grandes marcas.
Deste modo, existe a real perspectiva de que venha acontecer um grande movimento de revolta às transnacionais, detentoras das grandes marcas mundiais.
Todas estas previsões até aqui apresentadas, podem ser analisadas em diferentes enfoques e visões, já que as tendências podem ser um tanto quanto exageradas em seu conteúdo, pois não podemos generalizar as ações a todas as marcas e as empresas produtoras. Conhecemos inúmeros casos positivos de ações que trazem benefícios ao mercado e que são bem vistas pelos consumidores, o que faz com que a mentalidade empresarial busque a todo instante, mudar sua forma de agir e trabalhar.
Em linhas gerais, constata-se que os consumidores tendem a ser menos fiéis às marcas e que sempre estarão avaliando no momento da escolha, as ações, posturas e as atitudes das empresas diante do mercado. Surge portanto uma nova era e um novo desafio para os profissionais de propaganda e de marketing, que em meio a uma chuva de divulgações, deverão conseguir um minuto de atenção dos consumidores frente ao seu produto e/ou serviço.
Com este panorama, existe uma análise pessimista frente à relação consumidores x marcas x produtos x mercado, pois segundo especialistas as novas marcas terão muita dificuldade de penetração e expansão no mercado, enquanto que as marcas tradicionais e fortes, estarão muito suscetíveis a sofrer abalos em larga escala.
Assim sendo, inúmeros cuidados devem ser observados na atuação empresarial e mercadológica, pois as organizações e marcas que sobreviverem a esta situação com destreza, competência, profissionalismo e sucesso, poderão ter vida longa e contar com a preferência dos consumidores.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Amor ao Carnaval


Eu A-M-O Carnaval!
Acho que não existe outra comemoração, onde tantas Tribos diferentes se unem em busca de um mesmo objetivo: "Se Divertir".
Faz parte da nossa cultura, está no nosso sangue. E eu como não sou boba nem nada, peguei a minha malinha junto com o Xu, e fui para Paraty!!
Eita lugar lindo viu. Terceiro ano consecutivo que passamos o carnaval em Paraty, e a cada ano que passa aumenta o número de turistas, aumentam os blocos, e principalmente os bonecos de rua, como este ai ao lado, que cá pra nós, eles são a sensação, não existe turista que não resista a uma fotinha ao lado deles. Nós somos a prova disso!
Eu e o Gui, junto com um dos bonecos de rua de Paraty!